Livros de minha autoria

O livro "MEUS DEVANEIOS" pretende ser uma viagem pelo universo da subjetividade, das inquietudes e do interior de todo ser humano.

                                                 
                                                   Loja virtual:  Editora Multifoco


“Vastas emoções, vagas promessas” é um Romance desmontável. Seus capítulos podem ser lidos, também, como textos independentes. E em cada uma das partes, em si mesmas um todo, encontramos a temática que permeia o todo Romance. A saber, o embate do humano com os contrastes da vida: doce/amargo, dor/prazer, dúvida/certeza... As divagações sobre o amor, a tentação de se deixar engolir pela fantasia, as pequenas alegrias do cotidiano, a aversão pela rotina, a felicidade intensa, a tristeza profunda, a coragem de viver, o medo e o desejo pelo vazio. Todos esses elementos são apresentados em uma escrita que parece ecoar a proposta do Romance desmontável - há uma sobreposição de vozes que compõe uma única narração. Mas, na medida em que a leitura avança, começamos a nos interrogar quem são os donos dessas vozes e se elas pertencem ao mundo externo ou a um mundo interno. Seriam uma única voz decomposta nas vozes e contra-vozes da complexa personalidade de Mariana? Assim, acompanhamos a personagem em suas erráticas reflexões, perseguindo vagas promessas de continuidade em sua história desmontável. E o leitor acaba sendo interpolado pelas vastas emoções que Michele Pupo sabe fazer verter por meio de sua escrita poética. (Thomas Rodolfo Brenner)



Loja virtual: Editora Penalux

O livro trata de uma redenção masculina através de duas figuras femininas, cada uma reunindo em si alguns traços que comprovam a força das mulheres ante o infortúnio ou a dúvida. As mulheres desta narrativa são, portanto, fortes e corajosas. Já o homem, é frágil, trêmulo e enfermiço. Na obra, é tratado apenas por M., o que reflete a atrofia e a pequenez que marca a trajetória do personagem.

Loja virtual: Editora Penalux

Nenhum comentário:

Postar um comentário


"Se você me lê será por conta própria e autorrisco." (Clarice Lispector)