domingo, 12 de maio de 2013

"Somos tão jovens"

Fomos (eu e o Thomas) assistir ao filme "Somos tão jovens" (roteiro de Marcos Bernstein) no sábado. Para quem estava acostumado com as representações "trágicas" e "dramáticas" a respeito da vida do cantor, esta é uma boa oportunidade para acompanhar uma versão mais leve e bem-humorada, que garantirá boas risadas. Todo o "esoterismo" de Renato estarão presentes, bem como o jeito meio "autista" de ser. O prêmio vai para Thiago Mendonça com seus trejeitos e modulações de voz, que quase nos fazem crer que estamos mesmo diante de Renato.
Deixem os críticos azedos à parte (que garantiram que se trata de uma obra sem compasso) e curtam o filme. Eu gostei.




Nenhum comentário:

Postar um comentário


"Se você me lê será por conta própria e autorrisco." (Clarice Lispector)