quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Quem quer ser escritor no Brasil?

Vocês sabem como é o processo de criação e publicação de um livro de um escritor brasileiro em início de carreira? 

O trabalho começa quando o autor termina de escrever a obra. Neste momento, ele precisa de alguém que leia e garanta que o texto é bom. Em seguida, ele procura alguém que revise. Só então envia para as milhares de editoras do mercado e espera, PACIENTEMENTE, que alguma goste e aceite o seu material. Ter o seu livro aceito por uma editora, sem custos para o seu bolso, é difícil, e dependendo do gênero do seu livro ( da sua experiência, da sua sorte, dentre inúmeros outros fatores) pode ser difícil demais!

Se todos estes elementos se unirem e você conseguir a tão sonhada publicação, comemore. Porém baixinho, porque você só está na metade do caminho. Ainda passará pelo processo de escolha da capa, diagramação, revisão profissional e impressão. Em seguida, batendo de porta em porta, você implorará para que as livrarias, jornais e revistas lhe auxiliem na venda e na difusão do livro. 

Acontece que os jornais nos ignoram, as livrarias não aceitam nossos livros. Fazer com que a obra venda, é tarefa de Hércules. 
Como você vê, é um trabalho sacrificado. É por isso, meus caros, que não podemos sair por aí presenteando todo mundo com o fruto do nosso trabalho como se ele fosse bala ou chiclete que a gente dá de troco.Não podemos prostituir nossa obra e fazer um "descontinho" para os amigos.
Ser escritor no Brasil, onde as pessoas acreditam que a literatura e a cultura letrada são um luxo, é uma missão quase impossível.
Mas, se você, assim como eu, tiver coragem suficiente para isso, ouça este bom conselho do Charles Bukowski:


"não sejas como muitos escritores,

não sejas como milhares de pessoas que se consideram escritores,

não sejas chato nem aborrecido e pedante,
não te consumas com auto-devoção.
as bibliotecas de todo o mundo têm bocejado até adormecer
com os da tua espécie.
não sejas mais um.
não o faças.
a menos que saia da tua alma como um míssil,
a menos que o estar parado te leve à loucura ou ao suicídio ou homicídio,
não o faças.
a menos que o sol dentro de ti te queime as tripas,
não o faças.
quando chegar mesmo a altura,
e se foste escolhido,
vai acontecer
por si só e continuará a acontecer
até que tu morras ou morra em ti. 
não há outra alternativa. 
e nunca houve".    


4 comentários:

  1. Que anjos me acompanhem e eu tenha a coragem de um dia ao menos tentar...

    ResponderExcluir
  2. E ainda tem quem ache que vida de escritor é moleza, rs

    ResponderExcluir


"Se você me lê será por conta própria e autorrisco." (Clarice Lispector)