terça-feira, 10 de julho de 2012

"Tocando em frente", meu amigo poeta

"É preciso amor/ Pra poder pulsar

É preciso paz pra poder sorrir
É preciso a chuva para florir..."
(Oswaldo Montenegro e Almir Sater)



A vida é uma eterna busca pelo nosso lugarzinho ao sol num dia frio de inverno. É preciso viver as lutas de cada dia, sofrer as perdas,  sorrir os ganhos, chorar pelas conquistas ou pelas derrotas, esperar pelo amanhã... porque o amanhã quase sempre vem.

Para Plínio Teles, companheiro de Devaneios.

4 comentários:

  1. O amanhã sempre vem.
    Um beijo

    (Eu já estou com o tel. perto de mim rs )

    ResponderExcluir
  2. "porque o amanhã quase sempre vem."

    Gosto dos seus textos porque eles sempre me trazem algo que eu preciso ouvir.

    Bom dia, Mi! Saudade!

    ResponderExcluir
  3. Que bom que curtiu, lindona!!!!!!
    Tava com saudades de ti, mulher!
    Achei que tinhas me abandonado... heheheheh!
    Bjonas, gata!

    ResponderExcluir
  4. palavras cetas no momento exato!!
    amo seu blog!!!
    beijos e tenha uma tarde maravilhosa

    ResponderExcluir


"Se você me lê será por conta própria e autorrisco." (Clarice Lispector)