domingo, 29 de julho de 2012

(IN)CERTEZAS

O amor não existe. O amor existe. 
Deus é uma molécula. Deus é o criador. 
A felicidade é relativa.A felicidade é momentânea.
A beleza é fundamental. A beleza é passageira. 
Todos os homens são infiéis. Alguns homens são honestos....
Tenho tantas perguntas...
Não! O que tenho são incompletudes.
E das (in)certezas que trago da vida
tenho uma única convicção
não tenho certeza de nada
 nem mesmo desta afirmação.


8 comentários:

  1. Ah, a beleza do inesperado!

    Ah, a beleza da incerteza!

    Bjo

    ResponderExcluir
  2. Na vida, não há mesmo garantias.
    E a gente segue...
    Beijo Michele.

    Ps:. Sempre bom vir aqui.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Angélica.
      Fico feliz com a visita e comentário.
      Bjs

      Excluir
  3. Que bonito :) também não tenho muitas certezas na vida...talvez tenha só uma, a de que devo aproveita-lá enquanto há tempo, pois sua finitude é certa ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A minha certeza é de que não sairei viva daqui... então, "bora" aproveitar, né?

      :)

      Bjs

      Excluir
  4. Somos surpreendidos por tanta coisa, que não dá pra ter certeza de nada. Bom domingo. http://grandeonda.blogspot.com

    ResponderExcluir


"Se você me lê será por conta própria e autorrisco." (Clarice Lispector)