quinta-feira, 3 de maio de 2012

Pensamento solto

A partir do momento em que abro a porta, eu mereço a chateação que a visita possa me proporcionar. 
A vida é feita de ação e reação.
Aguenta as pontas, dona Michele.

8 comentários:

  1. Michele, rs...rs. Concordo plenamente. Quem planta colhe o que plantou.
    Bjs
    Manoel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Manoel

      Depois que aperta o gatilho não adiante tentar segurar o tiro, não é?
      rsrs

      Um abraço

      Excluir
  2. Nossa, visita indesejada é o fim!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Kinha!

      Mas eu "cometi uma metáfora". rsrs

      Um abraço

      Excluir
  3. Minha vó que era esperta. Passava o dia pronta, como se fosse sair. Quando alguém batia na porta, se ela não quisesse receber a pessoa, lamentava o fato de estar de saída naquele exato instante, mas se a visita fosse bem vinda, comentava que bom era ela estar acabando de chegar em casa.
    Ela que estava certa, rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kinha

      Eu precisava aprender a ser como ela!
      rs

      Bjs

      Excluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Guilherme

      Vi o comentário na minha caixa de e-mail e achei bacana a alteração que vc fez na leitura: "pontas" e "portas" dá um jogo de palavras bacana!

      Excluir


"Se você me lê será por conta própria e autorrisco." (Clarice Lispector)