segunda-feira, 14 de maio de 2012

Ajude-me, Freud!

Leia, ouvindo: Ayudáme, Freud.

Como boa pisciana, estou sempre vidrada em qualquer notícia, pesquisa ou dados referentes à psique humana. Arrasto a maior asa para o sobrenatural, para as coisas do espírito e da mente. 
Houve uma época em que eu registrava todos os meus sonhos para tentar interpretá-los depois. 
Li certa vez que estas anotações deviam ser feitas até 5 minutos depois de acordar, pois temos tendência a esquecer muitos detalhes do sonho após este tempo. Dizem que em 10 minutos, 90% do sonho já se foi. O que eu fazia? Dormia com um caderno ao lado do travesseiro. 
Parece loucura, mas há dois estudiosos fabulosos que me defendem. 
Vamos a eles.

Para Freud, os sonhos significavam a concretização de nossos desejos. Ele desenvolveu a noção de censura, dizendo que ela seria responsável por bloquear ou coibir determinados comportamentos ou sentimentos e que estes eram enviados para nosso inconsciente e expulsos através dos sonhos. 
Os sonhos seriam, na concepção dele, resultados dos nossos desejos recalcados.

Já o suíço Carl Jung, dizia que os sonhos são uma ferramenta da psique que busca o equilíbrio por meio da compensação. Ou seja, alguém masculinizado pode sonhar com figuras femininas que tentam demonstrar ao sonhador a necessidade de uma mudança de atitude. Na busca pelo equilíbrio, personagens arquetípicas interagem nos sonhos em um conflito que buscam levar ao consciente conteúdos do inconsciente. Os sonhos, seriam portanto, uma demonstração da realidade do inconsciente. Para ele, os sonhos sempre revelam aspectos da vida emocional.


Particularmente, eu fico com a segunda teoria, tendo em vista que muitos dos nossos sonhos são verdadeiros pesadelos... rsrs Já pensou imaginar que aquele sonho agitado e tenebroso é resultado de um desejo reprimido?! Eu, hem... rsrs

E vocês? O que acham disso?





"Dentro de cada um de nós há um outro que não conhecemos. Ele fala conosco por meio dos sonhos."

(Carl Jung)

"O sonho representa a realização de um desejo."
(Sigmund Freud)



10 comentários:

  1. Jung, Freud, Freud, Jung.....Sei lá! Mas estou rindo e MUITO. Pois ando sonhando cada coisa esquisita rs rs rs
    Um beijo grande

    ResponderExcluir
  2. Amanhã eu vou tentar localizar o que se perdeu por aqui. Fiquei chocando o dia todo e nada.
    Um beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mandei um e-mail. Eu e meus devaneios estivemos aí e não te encontramos... rsrs

      Beijos

      Excluir
  3. Tenho uma queda pela teoria do Freud.
    Por falar em Freud x Jung ja viu metodo perigoso?
    é um bom filme!

    um Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostei da dica, Cristiano.

      Vou assistir.

      Beijos

      Excluir
  4. Michele, fico com Freud rsrsr Adoro sonhar me deleitando com vários homens ao mesmo tempo rsrsrs Só Ele explica e me entende, afinal...
    Beijos, lindona.
    Sheyla.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sheyla

      kkkkkkkkkkk

      Eu tenho uma queda pela teoria do Freud,mas não se aplicam aos pesadelos... rsrs

      Bjs

      Excluir
  5. Putz! eu dormi no filme. Dormi de roncar. Roncar mesmo. rs rs Tenho que alugar pra assistir novamente...
    um beijo grande

    ResponderExcluir
  6. Paulo

    KKKKK

    Eu gosto deles. :)

    Um beijo

    ResponderExcluir


"Se você me lê será por conta própria e autorrisco." (Clarice Lispector)