segunda-feira, 23 de abril de 2012

A vida da gente

Um pesar, dois pensares.
A diferença nos iguala.
Quando o homem se senta,
a loucura nos cala.

O moço vivido
vive do que entende
o nosso nós distraído
vive a vida da gente.

Nesta história mal resolvida
onde se pensa e se sente
cada um vive sua vida
que da vida a gente entende.

"Sentador" a gente pensa,
falar assim não é ofensa.
A emoção nos faz falar,
A razão é indiferença.

(Rodrigo Jaronski Júnior- 12 anos)





Meu aluno.
Orgulho meu!

3 comentários:

  1. Michele, põe orgulho nisso. Genial o Rodrigo e parabéns a professora pela brilhante iniciativa de publicar o poema.
    Beijos.
    Manoel.

    ResponderExcluir
  2. Me esqueci de dizer. Postei seu livro lá no blog e coloquei link para entrar onde tem o preço e o seu e-mail.
    Beijos.
    Manoel.

    ResponderExcluir
  3. Oh 12 anos!

    Parabens professora...

    :)

    ResponderExcluir


"Se você me lê será por conta própria e autorrisco." (Clarice Lispector)