segunda-feira, 30 de abril de 2012

Carta para um poeta

Prezado poeta

Não sei bem como começar esta correspondência. Sempre pensei em como seria incrível quando encontrasse alguém com os mesmos olhos e sorriso meus. O mesmo brilho e ardor alucinado.
Que alegria poder desvendar a minha alma na tua...
É claro que te entendo. Sei muito bem o que é se sentir nu numa terra de casacos de pele. Compreendo a tua sensibilidade, a tua subjetividade, o teu idealismo. Reconheço os teus momentos de introspecção e solidão.
Isso não significa que somos infelizes. Pelo contrário, sabemos bem o que é uma alegria pura. Pois, apenas pessoas como nós, tem uma percepção fotográfica para o pôr do sol, para as oliveiras e para a poesia...
Sinto, que se quisesse, poderia passar uma vida conversando contigo.
Se existe aquilo que alguns chamam de alma, nós somos irmãos de espírito separados por anos de distância.
Já te quero bem. E quero dizer o quanto você é adorável. Digo isso como se estivesse olhando para um espelho.
Fica bem que eu também fico.
Da sua amiga
Michele P.
Com carinho.

17 comentários:

  1. Quanto aconchego na correspondência, tanto pela forma de chegar quanto pela reciprocidade, essa fada que visita os espíritos puros, que acreditam em tudo que é mais verdadeiro e, por isso mesmo, simples, atordoantemente simples!
    Feliz o poeta homenageado, feliz a poetisa cujos olhos se incendeiam na mesma fogueira de estrelas.

    ResponderExcluir
  2. Quixote

    E mais poesia na sua fala... Como é bonita alma de quem entende o lirismo da vida.

    Um abraço

    ResponderExcluir
  3. É verdade, esse Quixote poetizou e disse coisas lindas, intensas; como eu, se soubesse diria; essa coisa de escrever carta a um Poeta ´"tá bonito demais!
    E a pergunta que não quer calar: será que esse poeta existe? Espero que sim, querida amiga.
    Se te inspirou assim, deve ser de carne e osso. Beijão e bom feriado do Trabalhador.

    ResponderExcluir
  4. Mery

    Tuas palavras me fazem um bem danado também. As coisas mais simples são as mais belas. :)
    Quanto ao poeta, existe sim e eu tive o prazer de conhecê-lo.

    Um beijo

    ResponderExcluir
  5. Delícia de cartinha! Muito bom isso de reconhecer-se artisticamente nas pessoas que gostam das mesmas coisas que você! Como sempre, muito bem escrito!

    Beijos
    P.S.: Já que a faculdade eu não faço direito, pelo menos eu vou comentar no seu blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Guilherme

      Eu gosto de pessoas como o poeta e como você, com sensibilidade.
      Fico muito feliz que passe por aqui e olha:não esqueci do milk shake. Qualquer dia vamos ao shopping!

      Beijão

      Excluir
  6. Linda carta para um poeta de sorte...vc é pura luz!!

    Tenha um feriado perfeito!!
    Beijos!♥

    ResponderExcluir
  7. Mari

    Obrigado pelas palavras e visita.

    Bjs

    ResponderExcluir
  8. As afinidades geram as mais belas amizades, e como essa carta demonstra, o espelho positivo é o benefício mútuo da amizade nascente. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  9. Yayá

    Certamente.

    Um abraço e bom feriado.

    ResponderExcluir
  10. Uma sensibilidade que aflora com muita ternura e provoca a cada um de nós que busca tocar nas almas com nossos textos poéticos. amei a sua cartinha menina! Parabéns beijos nesta linda alma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Djalma

      Obrigado.
      Gosto de despertar o poeta que mora dentro de cada um de nós.

      Um abraço

      Excluir
  11. uma delicia de carta.
    é uma delicia maior conhecer gente como a gente.

    que esta ternura perdure....

    beijao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Margoh

      Verdade.
      É uma forma de se auto-reconhecer.

      Bjs

      Excluir
  12. Michele

    Primeiro que tudo, quanto ao coro terei muito prazer em que faças parte dele rsrsr.
    A carta, cheia de sensibilidade e emoção, para um poeta que existe e com que te identificas. Bom demais, esse encontro de almas. Mesmo que existam anos de distância, ou existam as fronteiras da distância, quando encontramos uma parte do nosso espírito, na nossa alma é bom demais. Sabe tão bem confiar, partilhar , ser, e só almas como as nossas nos entendem e aceitam com defeitos e qualidades. Adorei o fica bem que eu também fico. Se os que gostamos estão bem, nós também! Beijinho com carinho.

    ResponderExcluir
  13. Luar

    Então já faço parte da prece.
    Quanto à carta, nasceu em um momento de introspecção e também diálogo. O poeta citado tem uma alma admirável.

    Um abração

    ResponderExcluir


"Se você me lê será por conta própria e autorrisco." (Clarice Lispector)