quinta-feira, 15 de março de 2012

O amor pode estar... do outro lado.



Inútil procurar por perto.
O teu amor, minha cara,
deve morar prá lá...
 ...do deserto do Saara.

20 comentários:

  1. É inevitável. E saudades de ti. =*

    ResponderExcluir
  2. Isso me fez lembrar bem um momento de minha vida!!! :)

    ResponderExcluir
  3. Eu já desconfiava disso. :O
    Bjs !!

    ResponderExcluir
  4. Mesmo que assim seja, ele virá!
    Beijinho

    ResponderExcluir
  5. Há desertos por toda parte e oásis também.

    ResponderExcluir
  6. Mesmo assim resplandece, chama, encanta.

    ResponderExcluir
  7. Poooooxa, assim tu me quebra as pernas! hahahahaha

    ResponderExcluir
  8. Mi

    O amor aí do texto é o meu. O teu não sei, não... haha

    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Pri

    Haha

    :)

    Uma hora a gente acha.

    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Michele, muito engraçadinha a sua composição poética. O Saara é mesmo meio longe, mas a criatividade do poema deixa seus leitores bem mais perto do seu talento.
    BjooO*
    Manoel.

    ResponderExcluir


"Se você me lê será por conta própria e autorrisco." (Clarice Lispector)