sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Quase Haicai

I. Dor de cabeça

O martelo na cabeça:
esta dor maldita
não há quem impeça.

II. Tempo 

Que ódio!
Hoje está lento
o tic tac do relógio.

III. Beleza

Faltou a Narciso
o riso
e uma pitada de juízo. 

IV. Kami quase

Se Leminski me visse
a copiar-lhe o estilo
talvez até risse
um riso tranquilo. 

V. Sinal

Cuidado com o ponto final
usá-lo
 pode ser fatal.

VI. O mar e o amor

O mar me viu
Vilmar me amou
um vento frio
o amor deixou.

VII. Cafajeste 

É só fado
namorar 
um safado.

VIII. Leonardo Pataca
A
pisadela
virou
pesadelo.

IX. Dor de amor

Vê-lo com ela
que novela!
Dói o cotovelo
queima como vela.


X. Haicai obsceno

Comove
Como se move
o vento e a neve
o pênis e a pelve.

4 comentários:

  1. Mudança no estilo, gostei; especialmente:
    "como se move o vento e a neve, o pênis e a pelve;"
    Bonito, erótico, bem no clima ...do Natal, com Amor* * *
    Não tente entender, tô lenta demais!
    Beijuss, bom Natal!
    Seja feliz!

    ResponderExcluir
  2. Mery

    Entendi sim e gostei do comentário. :)


    Um beijo

    ResponderExcluir


"Se você me lê será por conta própria e autorrisco." (Clarice Lispector)