terça-feira, 18 de outubro de 2011

O homem que eu amo

O homem que eu amo,
não tem nada do que eu quero 
e precisava encontrar em alguém.
Não tem luz, não tem beleza, não é sincero.
Não tem talento, vontade e nem vintém.
O homem que eu amo, 
só uma coisa ele tem:
o amor mais profundo
que já dispensei
e entreguei.

4 comentários:

  1. Faz sentido. Não se ama alguém por causa disso ou daquilo. Simplesmente amamos!

    ResponderExcluir
  2. Lara

    Meu "eu poético" resolveu falar de amores imperfeitos. rs

    Boa quarta!
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Kinha

    O amor é uma coisa doida. :)


    Bjs

    ResponderExcluir


"Se você me lê será por conta própria e autorrisco." (Clarice Lispector)