domingo, 11 de setembro de 2011

Relatório de viagem (risos)

Fui num pé e voltei no outro... Mas deu tempo de conhecer algumas pessoas e lugares e me divertir a valer!
E você que vive se gabando de seus vôos internacionais, chupa essa: eu fui de bonde aéreo! kkkkkk Aposto que, tirando meus leitores cariocas, os demais nunca vivenciaram esta experiência... risos
Eu adorei o passeio no bondinho (que foi inaugurado em 1959 e considerado o mais rápido e de maior extensão de vão livre do mundo!). O bichinho fica a 76 metros acima de um rio e percorre 1318 metros em 4 minutos a uma velocidade de 36km/h. Show de bola!
Meu companheiro de viagem se recusou a participar do "voo" (e me disse que se o treco estragasse no meio do caminho, com toda aquela água lá embaixo, não seria ele quem me salvaria... rs). Desta forma, fui sozinha e fiquei com vergonha de bater foto de mim mesma ou pedir para alguém o fazer (pareço engraçadona, mas sou tímida... risos). Porém, fiz alguns registros do Bonde e da passagem para vocês terem uma ideia! :D
Tive um tiquito de medo, confesso, (principalmente porque uma criança não parou de gritar o passeio o todo "vai cair... vai cair..." hahaha), mas logo já me senti tranquila! :) Tanto é que fui 2 vezes! risos...


Já guardei na minha caixa dos sonhos (com todas as outras passagens
e ingressos dos [poucos] lugares que conheci durante a minha vida)
A porta do quarto do hotel (??????? kkkkk), o bonde e a sombra dele
vista de dentro do transporte e refletida no chão lá embaixo

O  Bondinho e alguns passageiros


E para não perder o costume, o registro de algumas conversas "engraçadas" protagonizadas pela tia aqui... rsrs

Situação 1:

Na recepção do hotel:
- Quarto para casal?
Eu, mais que depressa:
- Não mesmo! ( e caí na gargalhada).
Meu colega não teve outra opção a não ser me ajudar:
- Não, não somos um casal. 
E a recepcionista, sorrindo amarelo:
- hehe... tudo bem.

ai, ai...

Situação 2:

O Natan, sem mais nem menos no meio de um jogo de cartas, vira e me pergunta:
- Você já se enganou alguma vez?
Eu, rindo:
- Já... porque?
- Quer coca-cola?
- ??????
- Bati... Rá!!!!!!!
- ????????

E depois a doida sou eu... :O

Post Scriptium ou Escrito Depois (como diz o Guilherme... :) ) :

Quando eu for bem velhinha, quero reunir a netarada na sala e jogar no chão todas as bugigangas que guardo na "caixa dos sonhos" e contar milhares de histórias para eles! 
Vai ser mais ou menos assim:
- Estão vendo esta passagem aqui? Então... foi de quando a vovó passeou de bonde pela primeira vez... 
- E este coração de papel, vó?
- Ahhhh... este eu ganhei do meu primeiro "paquera".
- E esta foto picada e colada de novo?
- Ahhh... esta era de um namoradinho que me abandonou...


kkkkkkkkkkk

Sou sentimental, oras. rs


4 comentários:

  1. Aii, Miii que divertido esse teu post!!

    Menina que passeio legal! Onde fica? E

    u também ficaria com medo desse bonde aéreo (mas iria do mesmo jeito... Ahhh os piscinos, louquinhos louquinhos... hehehe)

    Adorei o papo com teus amigos (eu ri! hehe)...

    E quanto à caixa dos sonhos... Ela é uma COISA de tão fofa! Tua cara, mesmo! :)

    Beijooo (e que bom que voltou!)

    ResponderExcluir
  2. Gostei da postagem e da simplicidade! bjus

    ResponderExcluir
  3. Mi

    Foi muito legal! Eu adorei. E se tem frio na barriga... é eu bem louca! kkkkkkk A-m-o!!!


    Beijossss

    ResponderExcluir
  4. Átila

    Abandonou-me? Não falei mais contigo... saudades!

    Bjs

    ResponderExcluir


"Se você me lê será por conta própria e autorrisco." (Clarice Lispector)