sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Amor inteiro para meio amor

O primeiro homem que amei,
meio amei, meio não amei.
O segundo homem que amei,
faltou-lhe enleio e o deixei.
O terceiro homem que amei,
nem eu sei se foi só saracoteio
ou se amei-o por derradeiro.
No fim das contas,
acho que o amor inteiro
para mim ainda não veio.





10 comentários:

  1. É, acho que tenho de concordar com o poema.Pra mim, esse inteiro também não chegou.
    Adorei a construção e a maneira com a qual você usou as palavras.
    Parabéns mais uma vez!

    ResponderExcluir
  2. Seus amores imperfeitos foram semente para um poema perfeito.
    Acho que amar completamente, por inteiro, é idealização... coisa de poeta. Mas é claro que, pra vc, pode ser diferente. Cada um tem sua história e cada história é única.
    Beijokas.

    ResponderExcluir
  3. Inaí

    Um dia chega, um dia chega...
    Vamos continuar "menos esperando"...
    risos

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Lua

    A poesia nos dá o que a vida nos nega.E aí está a beleza. :)

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Todo Amor é inteiro.
    Senão não é Amor.
    Não é Amor verdadeiro.
    De meio me basta a dor.
    A dor espreitar sorrateiro.
    De janeiro a janeiro.
    Escondido no corredor.
    De um novo lugar, estrangeiro.
    Me sinto perdido solteiro.
    Solteiro por Amar sem Amor.

    Michele, pra mim Amor sempre é inteiro.


    Baci per te.
    Dan

    ResponderExcluir
  6. Amei, Michele! Vou compartilhar no "face", pode?!

    Abraço.

    ResponderExcluir
  7. Que belo poema! Por vezes, o amor precisa que o deixemos falar por si mesmo, sem que lhe amordacemos a voz.

    Tudo de bom!

    ResponderExcluir
  8. Daniel

    Será? Tenho minhas dúvidas... :)
    Contudo, adorei a sua "poetada".

    Um abraço e boa semana

    ResponderExcluir
  9. Elaine
    Gracias, muchacha.
    Sinta-se à vontade. Uma ideia, quando posta no papel, já não pertence mais a quem a escreveu, mas a quem lê. :)

    Boa semana
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Samuel

    Dizem que o amor escolhe caminhos que a razão desconhece, não é? :)
    Obrigado pela visita.

    Um abraço

    ResponderExcluir


"Se você me lê será por conta própria e autorrisco." (Clarice Lispector)