sábado, 2 de julho de 2011

Antes que o dia termine...


E se este fosse meu último dia?
Quantos sentiriam minha falta?
Quantos iriam realmente se importar?
Quantos teriam a doçura de sentar-se ao meu lado e trocar comigo dois ou três olhares silenciosos e, ainda assim, encher meu coração de alegria?
Pergunto, porque já não pertenço a este mundo opaco e triste... 
Cada dia me sinto menor, mais tumultuada e vazia.





6 comentários:

  1. ai ai ai Michele, o marcador premonição não é sério não, né?! rs
    Tô aqui pensando se isso é só licença poética ou você tá triste mesmo...
    Fica bem, moça!
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Michele,
    O que os outros pensam é importante, mas mais importante ainda é aquilo que nos move. Se aquilo que os outros pensam for determinante nas nossas acções, em detrimento daquilo que pensamos, o conflito interior é inevitável...

    Beijo :)

    ResponderExcluir
  3. Não gostei disso. Permito que você fique triste... Desde que chore bastante pra extravasar. E desde que seja por um ou dois dias. Depois, reerga-se, como a Michele forte que é! Sabe que estou aqui, conta comigo!

    (Bem que esse texto podia ser seu eu lírico)

    ResponderExcluir
  4. Elaine

    Era sério.
    Estava na estrada e tive uma sensação ruim... Mas passou (a premonição). A tristeza é que não... :/

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. AC

    Não me preocupo com os outros pensam, mas com o que eles sentem...
    Pode me entender?

    Um abraço

    ResponderExcluir
  6. Mirella

    Permito-me ficar triste. A tristeza é uma alegria que não existe.

    Fica tranquila. Minha força está na minha fraqueza.

    Bjs

    ResponderExcluir


"Se você me lê será por conta própria e autorrisco." (Clarice Lispector)