sábado, 16 de abril de 2011

Para vocês

Às vezes o que eu mais preciso é de uma palavra e de um pouco de atenção. Só isso para calar uma dor que carrego na alma. Uma angústia que vem não sei porque e dói não sei como.
Sim. Eu me sinto sozinha.  Mesmo quando estou cercada de gente... Sinto-me só. Terrivelmente só... 
Serei uma pessoa triste? 
Não acredito.
Sou só alguém que tem um coração. Um coração que palpita, que geme, que sofre com aqueles que sofrem e que se alegra com aqueles que se alegram. Um coração que aperta, que quer fugir do peito, que quer entender a vida, o impalpável, o ininteligível. 
E eu tento. E eu luto para ser igual aos outros... Mas não consigo me entender, não consigo me encontrar. 
E então eu percebo que sofro porque sou, sobretudo, uma pessoa com coração. Uma pessoa com um coração que não se pode controlar. 
Não sou forte (e nunca serei). Sou humana.


__________ ###########_________

Hoje aconteceu algo que me deixou tremendamente triste. E eu precisava de alguém. Eu precisava falar. Eu precisava despejar aquilo que me agonizava. 
Liguei para duas amigas... Toques insistentes de um coração machucado. Nenhuma pode atender.
O choro contido, sufocando, roubando a voz.
Por um momento hesitei... Percorri a agenda em busca de alguém que pudesse me dar cinco minutos de atenção. 
Quantos de meus amigos estariam dispostos a me ceder um tempo, dizer uma palavra de conforto?
Pensei em mais dois ou três nomes, mas desisti antes de ligar. 
As lágrimas vieram, pesadas.
Lembrei ainda de alguém. Liguei. Uma. Duas vezes. 
Nada.
Tentei novamente. Quem sabe não ouviu. Quem sabe não viu... 
Nada.
Me odiei por estar mendigando atenção. 
Chorei. Chorei mais. 
Sentindo-me cada vez mais só, procurei aliviar a minha dor sozinha, da forma como sempre faço: escrevendo. Escrevendo para mim mesma, mas sendo lida por um sem fim de pessoas, para quem tanto faz se estou delirando ou morrendo...
E foi assim, com muito choro, que descobri que ainda há pessoas como eu e que não estou tão sozinha quanto pensava... 
Meu sorriso neste fim de dia vai para duas pessoas que, mesmo estando a quilômetros de distância, conseguiram me abraçar, sossegar meu coração e arrancar outras gotas salgadas dos meus olhos. 
À vocês, Rick e Mirella, que estão tão longe e ao mesmo tempo tão perto, deixo meu melhor sorriso, meu maior abraço e do meu carinho a maior porção. Obrigado!

12 comentários:

  1. Linda, linda, linda!!
    Você merece todo o carinho do mundo...
    Você tem um coração tão grande, é tão humana, tão doce... fico muito feliz que minhas palavras tenham te ajudado! Conta comigo sempre... e não conseguiu falar com nenhuma amiga porque certamente não me ligou!
    Beijão

    ResponderExcluir
  2. Adorei o blog. Nada como navegar e encontrar blogs assim :)

    ResponderExcluir
  3. De tanto me sentir assim certa vez concordei com uma frase do Caio F. Abreu que diz assim: "Aprendi também a não contar muito com os outros: na medida do possível, faço tudo só. Dá mais certo."

    Mas acredito que é só a minha forma de me defender desse lado sombrio de viver, no fundo no fundo tb busco ter com quem contar...só não espalha...rs

    Mi que Deus te abençoe e preencha seu coração cansado!

    Beijos pra Ti

    ResponderExcluir
  4. Michele, o apreço não tem preço. A estrada da vida é cheinha de curvas, trechos íngremes, sem
    acostamento. Nesses momentos, precisamos contar com aqueles que não contam as horas dedicadas a ouvir as pessoas queridas.
    Sempre que precisar, estarei pronto a ouvir teu
    coração.
    Paz e alegria!

    ResponderExcluir
  5. Mirella

    Felizmente, posso dizer o mesmo de vc! Não esquecerei das palavras de carinho. Guardarei sempre no coração!

    Obrigado! Bjs

    ResponderExcluir
  6. Maria Rita

    Concordo. Mas há dias em que precisamos muito de alguém....
    Obrigado pelas palavras de carinho!
    Bjs

    "Mas eu sei que um dia a gente aprende.
    Se você quiser alguém em quem confiar
    Confie em si mesmo..." Renato Russo

    ResponderExcluir
  7. Carol

    Gostou? Fico felizzzzzzz! Obrigado!
    Volte sempre.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Helcio

    É triste perceber que estes, seres com coração e alma, são tão poucos!
    Agradeço pelo carinho e pelas palavras amistosas.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  9. Oie...

    Perdoe-me por estar ausente quando eu mais precisava estar presente!
    Perdoe-me por estar longe, quando o que eu mais queria era estar perto!
    Perdoe-me por ter parecido indiferente, quando no fundo você sabe que, na verdade, você faz toda a diferença!

    Quanto ao post, todo o mérito, todos os elogios, todos os agradecimentos devem ser direcionados a Mirella. Eu apenas acompanhei as palavras doces e delicadas dela.

    E agora, deixo aqui as minhas:

    1)Te adoro!
    2)Conte sempre comigo! Mesmo quando eu estiver ausente, distante, longe ou aparentemente indiferente...
    3)SE CUIDA!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  10. Chissà se tu mi penserai
    Se ti nascondi come me...

    ResponderExcluir
  11. Rick

    Muito freqüentemente, as pessoas subestimam o poder do carinho, de um sorriso,de uma palavra amável... mas elas são imprescindíveis.

    bjs

    ResponderExcluir
  12. Anônimo

    Não compreendi a mensagem. Quem é você?

    ResponderExcluir


"Se você me lê será por conta própria e autorrisco." (Clarice Lispector)