domingo, 27 de março de 2011

Sou tão Clarice que não me entendo...

Às vezes eu queria entender...
Por que digo não quando quero dizer sim e por que digo sim quando quero dizer não.
Às vezes eu queria entender...
Por que quero me tornar visível, quando no fundo gosto da minha solidão.
Às vezes eu queria entender...
Por que escolho sempre o vento se o que quero é o abrigo.
Às vezes eu queria entender...
Por que abro mão do carinho em troca de um pouco de paixão.
Às vezes eu queria entender...
Por que prefiro a tempestade, se poderia ter a calmaria.
Às vezes eu queria entender...
Porque insisto nesta saudade daquilo que não posso ter.
Às vezes eu queria entender...
Mas só às vezes.

Mimenor em 27 de março de 2011, às 12:48.


"Viver ultrapassa qualquer entendimento".
(Clarice Lispector)


_______________________ xx________________


Posso ser fria como a solidão ou caliente como a paixão.
Vai depender da forma como você me toca.
Se for tocar,
por favor,
toque primeiro o coração.


MIMAIOR em 27 de março de 2011 às 13h21.

14 comentários:

  1. Maravilhoso.
    Acho que depois dessas palavras, nem há mais o que dizer...
    Clarice também me toca muito!
    Lindo!
    Beijo,
    de uma Mi... pra outra Mi.

    ResponderExcluir
  2. Eu entrei aqui para responder o seu comentário no meu texto ESTACIONANDO e, encontro a resposta através deste texto maravilhoso.
    Bem... eu iria dizer que você é as quatro estações.
    Tenho dito.
    Um beijo enorme no teu coração.

    ResponderExcluir
  3. Mirella

    E eu sempre fico com a sensação que não disse tudo... :(

    Quanto à Clarice, amo de paixão! Foi intensa, impulsiva, cheia de defeitos e ainda assim maravilhosa! :)

    Um abraço carinhoso

    ResponderExcluir
  4. Paulo

    E o pior: "tudo ao mesmo tempo agora!" rs

    Ai, ai... chega a doer quando respiro.

    PS: Hoje tem poesia para eu dormir?

    Abraço-te

    ResponderExcluir
  5. Grande MIchele P! Como estás? tenho visto seus comentários e frases no msn...tu estás querendo ficar rica é???rsrsrs
    Muito trabalho....muito stress....onde irá parar?rsrs
    Passei como sempre para te ler..e deixo aqui, meu grande beijo verdadeiro...cuida-te! És importante pra nós!!ok??

    ResponderExcluir
  6. Clau

    Estou querendo é ocupar a cabeça e esvaziar o coração...rs

    Esta semana será mais tranqüila...Pelo menos é o que espero.
    `Te gosto muito!` Tua visita sempre me alegra!
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  7. Não é todo mundo que é tão Clarice, mesmo de vez em quando.

    ResponderExcluir
  8. Vc foi comentada pela minha amiga Ana Carolina... mesmo passando rápido já vi Clarice, poesia e reflexão... hum... c a viagem rolar, acho que o papo vai ser bom!!!

    julianfronczak@hotmail.com

    ResponderExcluir
  9. Julian

    A Ana me falou muito bem de você. Tenho certeza que faremos uma viagem muito prazerosa. Combinamos e conversamos mais no MSN.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  10. "Às vezes eu queria entender...
    Porque insisto nesta saudade daquilo que não posso ter."

    Quando você conseguir entender, por favor, me explique como chegou a tal. Também preciso desse entendimento. Rs
    Nem preciso dizer que gostei muito do texto, não é?

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  11. Inaí

    Dureza né? Se tem uma coisa que me enlouquece é algo que não posso ter... rs
    Se eu descobrir, vou escrever um livro. Juro. rs


    Que nossa semana seja abençoada!
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Parabéns!

    Você está numa fase incrível!

    Abraços

    ResponderExcluir


"Se você me lê será por conta própria e autorrisco." (Clarice Lispector)