terça-feira, 16 de novembro de 2010

Querido Noel

Sei que ainda é cedo para escrever esta correspondência, no entanto, o senhor deve entender: já tem muita gente, que assim como eu, espera ansiosa pela noite feliz.
Não, não estou falando da ceia natalina e da distribuição de regalos -aliás, acho muito egocêntrico de sua parte acreditar que nesta época tudo gira em torno de seu saco. Porém, eu o perdoo, considerando que os outros homens pensam assim o ano inteiro -. Mas, como eu ia dizendo, já fazem 321 dias que eu espero por isso. Durante todos estes meses, trabalhei  12 horas por dia como uma louca, perdi noites de sono pensando em como criar condições  para que aquelas criancinhas que o senhor visita uma vez por ano tenham um futuro mais digno e humano. Também percorri quilômetros a pé, enquanto o senhor se divertia com suas renas. Ademais, ajudei velhinhas a atravessar a rua, cedi a vez na fila do supermercado, não joguei papéis no meio da via pública, paguei todos os meus impostos e suportei calada o discurso daqueles infames que controlarão o país nos próximos quatro anos. (Por falar nisso, porque o senhor não dá um fim nesta sua barba medonha? Se continuar com ela, logo, logo, será confundido com aquele filhodaput caro político dos vale-bolsas {Sacou, né? Porque de saco o senhor entende.}). 
Então, bom velhinho, como pode constatar, cumpri com todas as minhas obrigações, fui boa e gentil com meus semelhantes, não chifrei meu namorado e não falei mal do PT (não explicitamente). Desta forma, acredito que não haverá impedimento na realização do meu desejo. Como o senhor poderá perceber, o pedido é muito simples:
- PELAMORDEDEUS, dá um jeito destas férias de final de ano chegarem logo!

Ah, e se não for pedir muito, será que poderia me enviar um brindezinho?

Sabe cumé, a pessoa em férias fica meio ociosa e aí precisa achar uma maneira de se distrair.
Quebra meu galho, velhinho. Se isso acontecer, o senhor já sabe: a noite feliz está garantida.
Um abraço,
Michele P.

11 comentários:

  1. Ótimo Michele, se Papai Noel não te atender, sei não, você merece tudo, até o bonitão ai de cima, espalhado no feno!!!!

    beijão!

    ResponderExcluir
  2. vixi maria professora!

    se papai noel te mandar esse homi aí, vou ter é dó do que ele vai fazer com as criançinhas...

    bjo

    ResponderExcluir
  3. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK Você falou sim do PT - falou mal(Mentiu!!!!!) O bom velhinho não atende quem diz mentira. Mas eu tenho certeza, Educadora, que seus pedidos serão realizados. Pois, VOCÊ MERECE!!!!!!!!!!!!!!
    um beijão.

    ResponderExcluir
  4. haha \o/

    Ah foi sim durante o ano uma boa menina e acredito que o bom velhinho vai atender os teus pedidos. Afinal, além do merecido descanso, "distrações" são sempre bem vindas.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Kkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Seu "brindezinho" é leitor do meu blog!
    Então, cuidado!!
    Hahahahahaha

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. depois conta-nos se recebeste o brinde ou não :P beijinho!

    ResponderExcluir
  7. Não sei se fui tão boa assim!
    Então que o tal Noel tenha piedade da minha alma..rs

    Beijinhos pra Ti

    ResponderExcluir
  8. Ui ui, me deu uma vontade de escrever para o bom velhinho tb...rsrsrsrsr


    Beijossss querida amiga!!

    ResponderExcluir
  9. Se papai noel não atender ele vai ser mal ,eu li o q vc fez o ano todo acho q vc me humilha com todas as suas ações bondosas (olha q tentei fazer),acho q a única coisa q peço pro papai noel é q saia logo a porcaria do resultado do vestibular pra ver o q vou fazer da minha vida e tomare msm q chegue as férias,tô precisando tbm,estudei o ano todo e ainda tô estudando um monte de coisa q talvez não sirva pra nada e nossa quero ficar sem pertubação na minha cabeça.Tomare q o velhinho atenda nossas necessidades logo;^^

    ResponderExcluir
  10. Uau, que brinde!
    ahauhauha
    Eu também preciso fazer meus pedidos pro papai noel. rs

    Beijo

    ResponderExcluir
  11. kkkkkkkkkkk
    Férias sempre é bom, mas eu quero um emprego!
    rsrs bjus

    ResponderExcluir


"Se você me lê será por conta própria e autorrisco." (Clarice Lispector)