sábado, 12 de junho de 2010

Bombons, flores.
Laços, abraços,
amores.
  
Letras garrafais,
pacotes extravagantes.
Gritos visuais,
vitrines falantes.
.
Enquanto milhões de enamorados
proclamam fecundo
 um amor de outro mundo,
nós, em outro mundinho,
cercados de paz e carinho 
suspiramos mansinho:
 Deixem-nos a sós,
esquecidos de amor
desfrutar  nosso ninho. 

3 comentários:


"Se você me lê será por conta própria e autorrisco." (Clarice Lispector)