terça-feira, 16 de março de 2010

E se acaso VOCÊS soubessem...


Diante das críticas e também ovações relacionadas ao post de ontem (não apenas aqui, mas no MSN, que é onde os amigos tímidos e/ou preguiçosos comentam), fui obrigada a redigir esta justificativa.

Meus caros deixem-me explicar.
Primeiramente, a moça do texto não sou eu. Rsrs
No entanto, como concordo plenamente com os argumentos dela, saio em sua defesa.
Vamos lá...
É muito mais complicado para nós, mulheres (e no caso dela, tradicional- rsrs), aceitar uma proposta como essa. Justifico:

1º. Casamento, na opinião dela, é um só. Portanto, é necessário que quando haja aceitação,esta seja consciente e verdadeira (entra aqui o amor, a certeza de querer passar o resto dos seus dias com aquela pessoa, etc, etc...)
2º. Porque cargas d`água, alguém que lutou tanto para conquistar e alcançar seus sonhos, abriria mão deles por algo duvidoso, algo de que não tem certeza? Seria justo abdicar de uma carreira profissional e da satisfação pessoal por um sentimento que você nem tem certeza se é amor e ainda mais quando se é tão jovem quanto ela?
3º. Nestas condições (incerteza, medo, quebra de planejamentos e sonhos) quais as chances de um casamento dar certo?
4º. Tendo em vista, que desde o início do relacionamento, ficou estabelecido que não se daria nenhum passo até que houvesse estabilidade (tanto emocional quanto financeira), vocês consideram que o moço agiu de acordo, sem romper o contrato?
5º. É lógico, é claro, é evidente, que ela e qualquer mulher da face da terra, sonham em casar, em ter uma família equilibrada, em criar filhos saudáveis e educados. Que mulher não deseja poder contar com um homem que devote carinho, amor, fidelidade? Mas para isso, meus acusadores, se necessita de estrutura. Condições materiais e pessoais para fincar as estacas sentimentais (até rimou... rsrs).
6º. Se fosse possível, adoraríamos poder viver como o “eu lírico” daquela famosa duplinha sertaneja (Casa simplesinha, rede pra dormir, de noite um show no céu, deito pra assistir...), porém, todos sabem(os), a vida não é tão simples assim...

Mas se acaso alguém se prontificar a comprar terreno, casa, móveis e garantir condições mínimas para que o casal do texto una-se e possam seguir juntos nas realizações dos sonhos, eles já disseram que casam, sem problemas nenhum...

Sem mais, eles aguardam o apoio dos amigos. Rsrs

Beijo grande, meus pacientes leitores!


PS: NEM SÓ DE AMOR VIVE O HOMEM.... (E A MULHER MUITO MENOS...)

________________________________________________________________________________

O OUTRO LADO DA MOEDA

"É,e é sempre culpa do outro, nunca da própria pessoa.
Ele era muito grudento (ou você é escorregadia demais?), ele não retornava as ligações (dá tempo de retornar com você ligando a cada dois minutos?), éramos muito diferentes (já considerou se casar com seu espelho?), enfim, ele não era aquilo tudo (ou você quer do outro o que ele não pode ser?)
Se você busca salgado na loja de doces o erro é seu, só seu! (Entendeu?).

(PAULO JOSÉ DOS SANTOS DE P. TÓTOLA )

---------------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário


"Se você me lê será por conta própria e autorrisco." (Clarice Lispector)